As Cores

As cores. No mundo físico, as vibrações que ferem nossa vista são expressas por cores. No Plano Astral, não só todas as cores que nos são familiares mas também muitas outras, de que ainda não temos conhecimento, expressam a infinita escala de sensações, sentimentos, emoções e paixões que incessantemente agitam nosso veículo astral. O vidente, com a vista astral, pode estudar o que se passa na alma de qualquer ser pela observação das mutações das cores e as emoções.

Os sentimentos que nos dominam em determinado momento imprimem ao corpo astral uma coloração própria, de acordo com a sua natureza. De fato, sendo os sentimentos uma forma de vibração do corpo astral, a matéria de que este é constituído responderá de maneira diferente, segundo a freqüência dessas vibrações, porque cada emoção, cada sentimento, cada sensação tem sua própria freqüência vibratória ou associação de freqüência, segundo a complexidade dos sentimentos.

A recíproca a este fenômeno também é verdadeira. Isto é, não só uma emoção dá ao astral determinado colorido, como, ao contrário o corpo astral, influenciado por uma certa cor proveniente do exterior, excita-o com a emoção que a cor representa. Este princípio é reconhecido e mesmo aplicado com freqüência na medicina. Dá-se o nome de cromoterapia ao tratamento medico por meio das cores.

Damos, a seguir, a relação das principais emoções expressas no corpo astral por meio das cores; é de se notar que quando o indivíduo passa a ter determinadas emoção quase que continuamente, essa emoção se torna dominante em seu temperamento, neste caso, seu corpo astral toma a correspondente cor de maneira permanente.

AS CORES DOS SENTIMENTOS GERADAS NO PLANO ASTRAL

Ódio e malícia – Nuvens espessas de cor negra.
Cólera – Clarões vermelhos escuros, habitualmente sobre um fundo negro.
Irascibilidade – Nuvens escarlates.
Nobre indignação – Escarlate brilhante, sobre o fundo do aura.
Sensualidade – Vermelho sangüíneo e sombrio. Cor difícil de descrever, mas facilmente reconhecível.
Egoísmo – Cinzento-escuro, uma das cores mais freqüentes no corpo astral .
Avareza – Vermelho-escuro, sombrio, ferruginoso, disposto em raios paralelos sobre o corpo astral.
Ciúme – Verde-escuro, iluminado por clarões escarlates.
Depressão – Cinzento-plúmbeo. Como o vermelho escuro da avareza, aparece disposto em linhas paralelas dando-nos a impressão de uma grade.
Medo – Cinzento-lívido, de uma tonalidade apavorante.
Amor egoísta – Carmesim sombrio e pesado.
Amor não egoísta – Rosa, aparecendo com laivos de lilás e excepcionalmente brilhante quando se trata de amor espiritual pela humanidade.
Orgulho e ambição – Alaranjado. Aparece amiúde com as nuvens escarlates de irascibilidade.
Adaptabilidade – Verde. Tem esta cor numerosas significações, devendo ser cuidadosamente estudada para que a interpretação seja correta.
Versatilidade – Habilidade aplicada de um modo altruísta. Verde esmeralda.
Alegria – Este sentimento manifesta-se por um brilho que abrange o corpo astral por inteiro e dá a sua superfície um estremecimento particular.
Surpresa – Azul-violeta, se a surpresa é agradável; pardo-escuro se for desagradável. Este sentimento é sempre acompanhado de uma contração brusca no corpo mental que se comunica aos outros corpos e afeta muitas vezes o plexo solar, causando doenças ou provocando palpitações do coração e mesmo a morte.

A seguir, damos mais alguns aspectos que tomam o corpo astral, de acordo com o temperamento místico ou intelectual do indivíduo.

Inteligência – Esta faculdade caracteriza-se pela cor amarela, variando desde o amarelo mais carregado ao mais pálido e brilhante.
Inteligência Aplicada a Fins Egoístas – Ocre, amarelo carregado.
Inteligência Nitidamente Elevada – Amarelo claro.
Inteligência Pura (aplicada para a filosofia e a matemática) – Cor de Ouro.
Simpatia Profunda e Compaixão – Verde pálido e luminoso.
Sentimento Religioso – Azul sombrio ou claro. Aparece com todas nuances desde o azul índigo ou azul violeta até ao azul mais escuro.
Devotamento A Um Nobre Ideal – Azul luminoso, marinho ou cobalto.
Afeição e Devoção – Azul misturado com violeta.
Alta Espiritualidade – Azul lilás brilhante acompanhado geralmente de cintilante estrelas douradas.

Tendo-se em consideração quem as emoções humanas raramente são puras, deve-se concluir disto que as cores que se estampam no aura astral são muito misturadas, sombreando umas o brilho das outras cores inteiramente diversas. Para não se cometer erros, torna-se necessário o conhecimento e a prática de pesquisas da aura pois sabemos que a superposição de cores pode nos dar a impressão de outras cores inteiramente diversas.

Vimos, também que o brilho distingue umas emoções de outras; deve-se, pois, tomar sempre esse fato em conta.

A localização das cores também constitui um ponto importante a tratar. Em geral as cores que expressam as qualidades do espirito se situam na parte superior do aura; assim como o amarelo da inteligência, o rosa da afeição, o azul da devoção, etc. As cores do egoísmo, da avareza, da malícia e do ódio localizam-se na parte inferior.

Desse fato resulta que, no homem não desenvolvido, a parte superior ou ovóide que circunda seu corpo astral se apresenta mais estreita, aparentando, no conjunto um ovo com a ponta voltada para cima. Enquanto que com um homem desenvolvido se dá o contrário, a parte mais fina do ovo se acha em baixo.

As cores, que exprimem as qualidades más ou egoístas, manifestam-se na matéria astral mais grosseira ao passo que as destinadas a revelar qualidades superiores ou altruístas, o fazem na matéria dos subplanos mais sutis. Disto decorre que as vibrações astrais relativas a emoções superiores são mais rápidas do que as emoções grosseiras; noutros termos, a freqüência vibratória dos subplanos superiores da matéria astral é maior que a dos subplanos inferiores.

Por conseguinte, as boas emoções, por mais penetrantes, são mais persistentes; os efeitos de um sentimento de amor ou devotamento continuam dominando o corpo astral muito tempo depois de sua causa ter sido esquecida e, o que é mais importante, atinge outras regiões do ser diretamente ligadas ao Ego; o que não pode acontecer com as emoções inferiores, cujo estado vibratório é relativamente lento. Quando estudarmos o Ego, este ponto ficará mais claro.

Cedido por Sociedade de Estudo Teosófico.

Diretório de Terapeutas

CONSULTE PROFISSIONAIS TERAPEUTAS E PSICOTERAPEUTAS

O diretório Terapeutas PRO reúne profissionais terapeutas e psicoterapeutas de diversas áreas do conhecimento humano. Acesse o diretório, pesquise a área de interesse e consulte um profissional via whatsapp com apenas um clique. Fácil assim.

Terapias Holísticas