Teoria do deslizamento dos continentes

A ideia de que os continentes já estiveram unidos foi apresentada pela primeira vez por Francis Bacon em 1620, e em 1658, R.P.Placet publicou um livro na frança que tinha como tema “a corrupção do grande e do pequeno mundo, onde é mostrado que antes do dilúvio a América não estava separada das outras partes do mundo”. O primeiro mapa mostrado que os continentes se ajustavam uns aos outros foi apresentado em 1858 por A. Snider-Pelligrini, com base na semelhança dos fósseis vegetais encontrados na Europa e América do Norte.

Tal como é admitida hoje, a teoria deriva dos continentes deve-se ao metereólogo alemão Alfred Wegener (1880-1930), em 1912. Os argumentos gosfísicos que corroboram esta teoria têm se acumulado enormemente nos último anos.

A Atlântida poderia ter sido uma “ilha de arrastro” que se destacou do litoral europeu a uma velosidade menor que o resto da América do Norte. Essas ilhas são ditadas em seu deslocamento sobre a camada plástica e viscosa do magma, por defeitos (falhas) na crosta, causando atividade vulcânica, geralmente montanhas ao longo da ilha, formando sua “espinha dorsal”, e fontes de água quente, também de origem vulcânica.

A teoria da deriva continental corrobora, sobre as alterações havidas na disposição e conformação das terras emersas do globo, a história esotérica dos gigantes: os gigantes originais, filhos dos anjos caídos, constituíam uma só nação: a Pangea (“Pan_Gea”). O potencial espiritual de que estavam dotados era demasiado para ser retido num veículo corporal limitado (água em demasia para um vaso pequeno). As tendências psíquicas deste povo logo se dividiram em duas: uma ao Norte, outra ao Sul.

A Laurásia (ou Holártica), que teria sido habitada pelos Hiperbóreos, que ainda restaram nas lendas gregas, e os “Lemurianos” na Gonduana, ao Sul. Cada um representa as duas correntes ainda não conciliadas na cultura atual, por vezes misturadas, causando confusão maior ainda. Trata-se das correntes hoje conhecidas como apolínea e dionísiaca: a apolínea (ou hiperbórea) tende ao abstrato, à ideia, a não interagir com o mundo material, o mundo da racionalidade abstrata de Platão.

A dionísica (ou lemuriana) é telúrgica, intuitiva, em íntimo contato com a Mãe Terra. Devemos observar que o último capítulo da cisão dramática entre Hiperbórea e Lemúria evidenciou-se na II Guerra Mundial: os alemães, representando uma corrente involutiva hiperbórea, os judeus, representando uma das últimas linhagens espirituais remanescentes da Lemúria.

Segundo a classificação teosofista, a corrente ariana (Raça Atual), diretamente derivada dos hiperbóreos, domina o mundo de hoje, na figura do que podemos chamar em bloco, “cultura européia”: as línguas, organizações políticas e religiões dominantes no mundo de hoje são as européias. Os atlantes seriam uma derivação da Lemúria, e teriam tentado transcender esta cisão: isto é mostrado pelo mapa, quando vemos escolheram um continente pertencente à Laurásia, e não à Gonduana.

A história do “karma” coletivo dos gigantes e da humanidade assim está gravada na constituição geológica da Terra. Observações deste tipo podem ser muito estendidas, se se considerassem os atuais nomes de acidentes geográficos em conjunto com os meridianos onde se dá a interseção com a precessão dos equinócios. Para a latitude, deve-se considerar a natureza astrológica dos trópicos de (Câncer e Capricórnio).

Devido ao atual estado de divisão irredutível da humanidade, o Caos primitivo volta a instaurar-se: as falhas que constituem as “emendas” das grandes placas continentais da crosta na verdade são as primeiras rachaduras do Ovo Filosofal fracassado que é este planeta: a explosão final não demora mais três séculos, e desta “reação alquímica”, o rendimento útil final será bem exíguo, e a Humanidade remanescente sairá forçosamente desta Terra velha para buscar, entre as estrelas, um “novo céu e uma nova terra” mais dignos de uma Humanidade regenerada, à “imagem e semelhança de Deus”.

Timeu e Crítias

Diretório de Terapeutas

CONSULTE PROFISSIONAIS TERAPEUTAS E PSICOTERAPEUTAS

O diretório Terapeutas PRO reúne profissionais terapeutas e psicoterapeutas de diversas áreas do conhecimento humano. Acesse o diretório, pesquise a área de interesse e consulte um profissional via whatsapp com apenas um clique. Fácil assim.

Terapias Holísticas