Alquimia – O Princípio da verdade

0
82
Alquimia e Alquimistas

Alquimia – O Princípio da verdade

Alquimia é milenar, mas é difícil dizer exatamente o que é a alquimia, isto é, se ela é uma ciência, uma arte, uma filosofia ou uma religião. De um modo mais amplo, podemos considerá-la como uma “arte de bem viver”, de maneira que englobe as características tanto da filosofia, das ciências, como da religião, e mesmo da arte.

“O que está embaixo é como o que está no alto, o que está no alto é como o que está embaixo; para que as maravilhas do universo se realize como uma única causa.” Tábua Esmeralda de Hermes Trismegisto.

A diferença, assim considerada, entre alquimistas e sábios reside no fato destes buscarem a perfeição através da sabedoria, enquanto os alquimistas buscavam a perfeição através da transmutações do metais (alma). Os alquimistas procuravam estudar a natureza e intervir no processo de modo a atingir a perfeição do espírito e da longevidade da vida material. Assim, enquanto os alquimistas misturavam teoria e prática, (vivenciação) os sábios apenas se preocupavam com as questões do espírito, do puro conhecimento.

Os alquimistas também se diferenciam dos simples artesões poe estes se preocuparem com o trabalho manual com os metais, produzindo artefatos de utilidade bem como adornos. Os artesões se preocupavam com a obtenção de ouro vulgar, diferentemente dos alquimistas que buscavam o ouro (sol) alquímico. O ouro alquímico era indicação da perfeição, a sua obtenção (controle) era considerada como a obtenção da longevidade. Enquanto o interesse da obtenção do ouro vulgar, por parte dos artesões, ia desde a simples ostentação de riqueza até a falsificação deste metal com fins desonestos.

“Para o verdadeiro alquimista, transformar metal em ouro
é apenas uma brincadeira de criança.”

Percebe-se por aí que a alquimia tem uma relação íntima entre o conhecimento dos segredos da natureza e o aperfeiçoamento da alma (transformar Nindanas em Escandas). Por isso, os próprios alquimistas consideravam o seu trabalho como um projeto de vida ao qual se dedicavam integralmente, a Grande Obra, objetivo de todo bom e belo alquimista.

A ORIGEM DA ALQUIMIA

A alquimia tem uma história cujos marcos iniciais são muito difíceis de serem determinados. O fato de não saber ao certo quando começou a alquimia é o de que a alquimia é uma arte secreta. O verdadeiro alquimista não revela os seus segredos. O conhecimento que tenho acerca da alquimia encontram-se em alguns manuais e livros que nos foram legados ou descobertos. Vários destes textos foram escritos de modo simbólico, sendo que seus autores podem ser pseudônimos de outros, ou mesmo os textos serem apócrifos.

Esta história passa por vários caminhos, dentre os quais: a Grécia, Índia, China, Arábia e, finalmente, Europa. Ao passar por estes caminhos, claro está, a alquimia foi influenciada pela cultura local. Tratados foram feitos buscando sintetizar o acúmulo do conhecimento alquímico. O que unifica este conhecimento como alquímico é a busca da perfeição do corpo e da alma (4×7=28), bem como a sua longevidade. Para isto, eles estudavam a natureza, em particular os metais.

Eles acreditavam que se poderia obter ouro, símbolo da perfeição, através da transmutação dos metais, a pedra filosofal. Acreditavam também poder encontrar um remédio que curasse todas as doenças, a panacéia universal. Este trabalho, conhecido como a Grande Obra, seguia a inspiração de Hermes Trismegisto.

Hoje, consideram mais a alquimia como uma antecessora da química moderna. Mas há uma diferença que faz com que n~ão se considere a alquimia como uma pré-química. Esta diferença é a relação da totalidade espírito-matéria que estabelece a alquimia, enquanto a química trabalha apenas a matéria da matéria.

SIGNIFICADO DA PALAVRA ALQUIMIA

O significado da palavra Alquimia é diretamente relacionado à origem que se dá a ele. O termo utilizado na Alquimia Árabe “kimya” talvez tenha vindo do grego chemeia, que, junto com o artigo al, daria origem ao termo al-kimya. O problema está em que chemeia possui pelo menos duas raízes possíveis: 1) pode ter vindo do termo chem, de origem egípcia, que quer dizer negro.

Daí a alquimia ser conhecida como a arte negra. Há conjecturas sobre o porquê da cor negra: talvez pela identificação com o próprio Egito, devido a cor de suas terras, talvez pela cor que adquirem os metais quando submetidos ao fogo. 2) A outra origem possível seria o verbo chew, que significa lingote ou barra de metal fundido e chemeia, que é a arte de preparar tal lingote. Esta origem relaciona a alquimia à arte da metalúrgica. Seja como for, a alquimia adquiriu um significado próprio ao longo de sua história, A Grande Arte.

Agendamentos e consultas online

Siga os 4 passos:

1- Pesquise pelo problema (ex: ansiedade) ou pelo tipo de terapia (ex: acupuntura);
2- Escolha o terapeuta que pode te auxiliar na resolução do problema;
3- Verifique na página de perfil quais serviços ele oferece;
4- Clique no botão agendar consulta ou receba atendimento imediato clicando no ícone whatsAPP.

Terapias de A à Z

Tipos de terapias alternativas

Consulte sempre um terapeuta profissional